top of page

Alunos do programa do After School apresentaram o espetáculo “Para enxergar melhor”

Por meio da peça, o público e os estudantes foram convidados a refletir sobre amor, empatia e equidade

No dia 3 de dezembro, a Escola das Nações ofereceu o espetáculo “Para enxergar melhor”, por meio do programa After School. Inspirado na obra “O menino invisível”, do autor brasileiro Hugo Barros, o evento teve como objetivo dar aos alunos de diversas áreas de atuação do After School uma oportunidade de mostrar talentos e habilidades. Depois de três meses de preparação, os pequenos artistas das aulas de Balé, Dança, Ginástica, Cheerleading e Teatro deram vida à peça.

De acordo com o coordenador do programa do After School, Diego Considera, a obra de Hugo Barros foi escolhida em homenagem à campanha anual de 2022-23 - Equidade leva à Justiça -, tendo em vista que o enredo faz uma crítica a aspectos de invisibilidade social.

O evento ocorreu no campus da sede e contou com a presença dos alunos, familiares e instrutores do After School. Planejado para ser um espetáculo imersivo, proporcionou uma experiência diferente do convencional, oferecendo ao público não somente uma peça, mas, também, um convite à reflexão. As famílias foram convidadas a usar uns óculos especiais a fim de assistir ao espetáculo de uma maneira diferenciada. Como uma referência simbólica, os óculos foram oferecidos para que, a partir daquele momento, enxergassem o outro com mais amor e empatia.

“Muitos dos problemas sociais entre nós podem ser amenizados, ou mesmo resolvidos, se passarmos a enxergar o outro com o coração. Convidamos a comunidade a abandonar formas de "pré-conceito" e tornar nossa sociedade mais igual sem julgar o outro por roupa, cor, credo ou religião.”, comentou Diego.

Ao longo da apresentação, os estudantes exploraram diversas habilidades no aspecto acadêmico, social e pessoal. Assim, além de se prepararem para a apresentação, participaram da escolha de figurinos, da criação da coreografia e de outros elementos fundamentais para compor o espetáculo. Além de desenvolver habilidades ligadas à sua área de atuação, foram capazes de enxergar o significado por trás do espetáculo.

“Esse processo é enriquecedor para os alunos antes e depois da apresentação. Eles foram razão de orgulho para suas famílias pela concentração e pelas habilidades demonstradas em cena. Já começamos a avaliação do evento com os estudantes. O vídeo oficial da peça está sendo visto por eles, para que possam analisar suas performances observando, também, o que pode ser melhorado.” revela o coordenador do After School.

16 visualizações

Comments


bottom of page