top of page

Aunos do High School participam da conferência Model United Nations

Na simulação acadêmica, os estudantes representam delegações de países com cargos de diplomata, ministro ou chefe de Estado.

Nos dias 26 e 27 de agosto, os alunos do High School participaram da conferência Model United Nations (MUN), simulação acadêmica que busca criar conferências diplomáticas entre os países participantes da Organização das Nações Unidas (ONU).


No evento, os estudantes representam delegações de países com cargos de diplomata, ministro ou chefe de Estado. O processo e as discussões se baseiam em regras e regulamentos internos para modelar o formato de debate da ONU.


A senior Helena Amado, diretora do Clube MUN, participa da conferência há três anos. Em 2022-23, ela colaborou no MUN como mesária, posto em que atou como mediadora dos debates, auxiliando os delegados no processo de argumentação. Para ela, o evento é importante, pois ajuda no desenvolvimento de novas habilidades.

“O MUN faz com que nós fiquemos antenados ao que está acontecendo ao nosso redor. Gosto de participar para aprender coisas novas, atuais, e desenvolver habilidades diferentes, como falar em público e ter uma argumentação diferenciada. Minha dica para quem quer participar é não ter medo de falar. Qualquer fala é bem-vinda e vai ter seu papel nos debates”

Na Escola das Nações, a conferência acontece uma vez por ano. Os estudantes aprendem principalmente sobre diplomacia e relações internacionais. Por meio de dinâmicas em grupo e projetos individuais, eles desenvolvem habilidades como resolução de conflitos, negociação e oratória.

O coordenador do High School, Henrick Oprea, incentiva os alunos a participarem e acredita que as competências desenvolvidas no evento serão um diferencial para os estudantes no futuro.

“Penso que os estudantes ganham uma perspectiva diferente em relação aos assuntos atuais e às questões globais. Eles aprendem que existe mais do que resposta única e que há muitos aspectos relevantes que devem ser levados em conta quando se discutem questões complexas. Eles aprendem a se tornar melhores ouvintes e como responder aos pontos de vista de outras pessoas. É definitivamente uma experiência que ensina aos jovens estudantes muito sobre o mundo e sua complexidade.”

40 visualizações

Comments


bottom of page