• LinkedIn - White Circle
  • Facebook - White Circle
  • YouTube - White Circle
  • Instagram - White Circle

Câmpus da Sede

SHIS QI 21 Área Especial Conjunto C1

Brasília, DF, Brasil | 71655-600

Telefones: +55 61 33661800

Câmpus da Educação Infantil

SMDB Conjunto 19 Chácara 02

Brasília, DF, Brasil | 71619970

Telefones: +55 61 33662947

Admissões Antecipadas em Universidades

 As 4 melhores universidades dos EUA na área petrolífera, 7 bolsas de estudo parciais e muito mais!

 

Como membros de uma comunidade educacional internacional, é importante visualizar as diversas oportunidades que a Escola das Nações oferece aos seus alunos no que diz respeito ao futuro dos estudos e à carreira. É com orgulho que divulgamos algumas recentes histórias de sucesso internacional de nossos estudantes.

Seis alunos do último ano da turma de 2016 acabaram de ser informados sobre a admissão antecipada em universidades internacionais e nacionais! Eles sabiam o que queriam e se prepararam com antecedência para solicitação de bolsas de estudos. Com a ajuda do Programa de Orientação para Universidades, os seis futuros universitários preencheram todos os requisitos para admissão em universidades no exterior.

 

Beatriz Xavier

  • Savannah College of Art & Design – Arquitetura/ Bolsa de Estudos de 25%

  • Arizona State University - Arquitetura/ Bolsa de Estudos de 20%

  • University of North Carolina at Charlotte – Geral

  • Colorado State University – Bioquímica/ Bolsa de Estudos de 30%

  • University of British Columbia (UBC) Vancouver – Administração

  • University of South Florida - Arquitetura/ Bolsa de Estudos

Chang Siew

  • Penn State – Engenharia de Petróleo

  • Wentworth Institute of Technology – Engenharia / Bolsa de Estudos

  • Colorado School of Mines - Engenharia de Petróleo

  • University of Tulsa - Engenharia de Petróleo / Bolsa de Estudos de 50%

  • University of Oklahoma - Engenharia de Petróleo / Bolsa de Estudos de 50%

  • New Mexico Institute of Mining and Technology - Engenharia de Petróleo

  • Florida Institute of Technology - Engenharia Química - Bolsa de Estudos de 50%

  • Loyola Marymount University - Engenharia

  • University of San Francisco - Economia

Britney Mbeng

  • Albany College of Pharmacy and Health Sciences - Farmácia - Bolsa de Estudos de U$6,000 por ano

  • The College of New Jersey - Química - Bolsa de Estudos de U$5,000 por ano

  • New York Institute of Technology - Química - Bolsa de Estudos de U$18,000 por ano

  • University of Maryland, Baltimore County - Pré-Farmácia

  • Loyola University Maryland - Química

  • Loyola University Chicago - Química - Bolsa de Estudos de U$7,500 por ano

  • Florida Atlantic University - Química

  • Columbia College - Ciência Forênsica - Bolsa de Estudos de U$5,000 por ano

Gabriel Williams

  • Florida Institute of Technology – Engenharia Elétrica / Bolsa de Estudos de 50%

Pedro Queiroga Morais

  • UBC Vancouver – Ciências

Gabriela Borges

  • Miami International University of Art and Design - Merchandising de Moda

Catarina Rodrigues

  • Fundação Armando Alves Penteado (FAAP) - Comunicação e Marketing (Animação)

Bernardo Zatz

  • John Hopkins - Programa de Verão em Engenharia

 

Nosso programa acadêmico, nossos valores, o profundo conhecimento geral e dos idiomas inglês e espanhol adquirido pelos alunos na Escola das Nações os prepararam para admissão nas mais prestigiosas instituições de ensino do mundo.

 

Aluna da Escola das Nações desde o Grade 3, Britney Mbeng foi aceita em quatro universidades dos EUA. Britney disse que escolher estudar fora foi uma decisão fácil. “A principal razão para eu ter escolhido estudar fora foi conseguir levar o meu conhecimento e as minhas experiências e expandi-los em outro local. No primeiro ano, comecei a pensar no que eu queria fazer pelo resto da vida. Mas, quando o último ano finalmente se aproximou e eu precisei me inscrever nas universidades que desejava, realmente entendi o que significava ser perseverante, determinada e totalmente honesta. Passei grande parte das férias revisando minhas produções escritas, solicitando históricos escolares e muitas outras coisas. Contudo, não conseguiria ter entregado tudo a tempo sem a ajuda da Escola. Com meu último ano chegando ao fim, me sinto mais e mais preparada para iniciar a vida universitária.”

 

Aluna da Escola das Nações desde o Kindergarten, Beatriz Xavier foi aceita em cinco universidades norte-americanas e recebeu bolsa de estudos parcial de quatro delas. “O primeiro semestre foi bem-corrido porque muitos prazos iam somente até outubro ou novembro, mas o Programa de Aconselhamento e Orientação para o Ensino Superior me ajudou muito. Provavelmente não teria conseguido sem essa ajuda. De forma geral, foi fácil preencher a maioria dos requisitos devido ao currículo internacional da Escola. Com o currículo internacional, me sinto preparada para o ensino superior, especialmente considerando todas as aulas de Advanced Placement que tivemos ao longo dos anos, como o Capstone. A Escola aplicou quase todas as provas necessárias para a minha inscrição, e as únicas provas que precisei realizar em outras instituições foram o TOEFL e o ACT.”

 

Chang Siew estuda na Escola das Nações desde o Grade 4 e foi aceita em três universidades dos EUA. Uma delas lhe ofereceu bolsa de estudos. “Tive inspiração para me tornar a próxima engenheira mulher da minha família, para também estudar no exterior e um dia voltar ao Brasil e fazer a diferença. Minha participação em um excelente curso de verão na Harvard University serviu como prévia da vida universitária que terei e para confirmar que estudar fora é a escolha certa para mim. O processo de inscrição foi bastante desafiador, exigiu horas de pesquisa em casa e na Escola. Comecei a pesquisar sobre universidades no Grade 9 com a ajuda da Escola e da minha família, e me preparei com antecedência para os SATs e as provas do Advanced Placement, mantendo minha média geral acumulada alta. Mesmo sendo aluna de uma escola internacional e tendo sido aceita em diversas universidades dos Estados Unidos, vou prestar o vestibular da Universidade de Brasília daqui a alguns meses para avaliar o meu conhecimento acadêmico e intelectual de acordo com o exigido por uma universidade brasileira.”

 

Chang complementa: “Sei que estou preparada e me sinto confiante para encarar um novo desafio na vida e iniciar minha jornada no ensino superior. Como aluna da Escola das Nações, me desafiei durante todo o Ensino Médio e, junto com a Escola, aprendi que quando abro minha mente para o conhecimento, realmente se tornam infinitas as oportunidades que o mundo tem a oferecer. A Escola me forneceu todo o material acadêmico necessário, como cursos, aulas preparatórias, simulados (Advanced Placement, SAT e ENEM) e eletivas. A Escola também me ofereceu experiências sociais e recreativas que não teria tido em nenhuma outra escola, incluindo opções de serviço comunitário, uma variedade de clubes e viagens pedagógicas.”

 

Nossos alunos do último ano deixam a seguinte mensagem aos seus colegas do Ensino Médio, que em breve iniciarão o processo de inscrição nas universidades: “Como alunos, devemos ser responsáveis e ter iniciativa para aproveitar o que a Escola oferece. Devemos nos comprometer em contribuir com a Escola de alguma forma, retribuindo tudo que ela fez para nos ajudar a alcançar o nosso potencial. Ao final desta etapa, você olha para o seu antigo eu e para quem você se tornou - um aluno que frequenta os cursos AP, participa de diversos projetos comunitários, tem aulas extras e recebe o apoio da Escola - e isso faz você perceber quanto é capaz de crescer como cidadão do mundo, como aluno e como atleta.”

 

Estamos orgulhosos de nossos alunos e desejamos-lhes muita sorte nesta empreitada!

 

 

Please reload