Dicas para Lidar com Adversidades

"A melhoria do mundo pode ser alcançada por meio de ações puras e boas e de conduta louvável e aparentemente ...". “Seja generoso em prosperidade e grato em adversidade…. Seja justo em seu julgamento e guardado em seu discurso. Seja uma lâmpada para os que andam nas trevas e um lar para o estrangeiro. ” Bahá'u'lláh

Prezada Comunidade EdN,


Não existe uma pessoa na Terra cuja vida e perspectiva não esteja sendo alterada pela pandemia que está acontecendo globalmente. Estamos juntos, e quanto mais unidos permanecermos, mais fácil será sairmos desta fase com otimismo renovado para o futuro e mais fortes. Uma imagem simples que me vem à cabeça é a armadilha de dedos - um quebra-cabeça em que quanto mais você tenta separar os dedos, mais eles ficam presos, enquanto que, se você ajustar os dedos, pode removê-los facilmente da armadilha. O mesmo acontece com essa pandemia sem precedentes. A resistência dificulta a superação, mas a cooperação e a colaboração trazem soluções.


As dificuldades do confinamento em nossos lares surgem de muitas formas, e é inegavelmente um sofrimento. No entanto, o distanciamento social salvará vidas e ajudará a combater a propagação do vírus. Nesse caso, o distanciamento é uma forma de unidade e comunidade, porque significa sacrificar para o bem maior da sociedade.


Entendemos o quão difícil este período é para os pais. Além de trabalhar de casa, os Senhores estão desempenhando muitas funções e tarefas simultâneas. Entre as mais importantes, a de  supervisionar a aprendizagem de seu filho. Seu lar se tornou sala de aula, e os Senhores estão entrando na área da educação mais do que imaginariam. Só podemos fazer o melhor possível diante desta situação. Pais e professores estão trabalhando fora de sua zona de conforto.


Esta reflexão é sobre uma questão educacional mais ampla que afeta todos nós - como enfrentar e lidar com adversidade. A vida de ninguém é um jardim de rosas por muito tempo. Inevitavelmente, aparecem adversidades e dificuldades, e a forma como se enfrenta influencia a qualidade de nossa vida e a felicidade que vivenciamos.


Muitos pais estão preocupados se os filhos terão atraso nas disciplinas acadêmicas, e isso é uma preocupação compreensível. No entanto, neste momento, devemos enfrentar um aspecto ainda mais significativo. Esta crise redefiniu discretamente a normalidade como a conhecemos, perturbou todos os aspectos de nossa vida e ameaçou desligar sistemas inteiros, incluindo os de saúde. Ela nos obriga a refletir sobre e redirecionar nossa energia. Devemos avaliar as prioridades para tomar pequenas e grandes decisões que impactarão o resto da vida. Neste momento, a principal prioridade não é o conteúdo educacional, que a maioria dos nossos alunos está aprendendo bem em casa por meio do ensino a distância. Estes momentos são de se aprofundar no significado da vida, entender nosso propósito e redefinir nossos valores.


Os escritos Bahá'ís falam de provações e tribulações como oportunidade de crescer espiritualmente.


“Ó, filho do homem! Minha calamidade é Minha providência, exteriormente é fogo e vingança, mas interiormente é luz e misericórdia. Apresse-se para que você se torne uma luz eterna e um espírito imortal. Este é o meu mandamento para ti; observe-o.” Bahá'u’lláh

À medida que avançamos na crise, é natural que, às vezes, nos sintamos tristes e frustrados e lamentemos a perda de normalidade e de conforto. No entanto, a crise traz oportunidades de crescimento e mudança. Ela altera nossos modelos mentais e nos desperta para novas possibilidades. Não são tempos comuns, nem é uma crise de curto prazo. Ela está nos chamando a ter novas ideias sobre nós mesmos e sobre o mundo para desenvolver novas capacidades. Do sofrimento mais profundo pode surgir a maior luz, sem sonhar com descobertas e possibilidades.


Seus filhos estão aprendendo sobre atitudes e habilidades necessárias quando enfrentam adversidades. Os Senhores, como pais, vão influenciá-los com sua visão mais do que qualquer ensinamento. Os Senhores são responsáveis pelo conteúdo curricular que será impresso em  mentes e corações! Têm uma excelente oportunidade de formar os personagens de seus filhos.


Às vezes, digo que tenho mestrado em Administração Educacional e doutorado em “Escola de Pancadas”. Em minha vida abençoada, tive que superar adversidades: sobreviver a uma guerra civil por 21 anos na Colômbia e até superar o câncer. Isso não me torna uma especialista, mas uma sobrevivente.


Deixo aqui algumas sugestões que ajudaram a mim e à minha família. Espero que possam ajudá-los neste momento.


  • Perspectiva - Sua segunda família - a humanidade - está passando pela mesma crise que abala o mundo. Muito provavelmente, os Senhores estão melhores do que a maioria. Olhem à sua volta para ver como estão relativamente bem! Isso gera gratidão, prima próxima da felicidade.

  • Oração e apelo a um poder superior - Muitas de nossas famílias têm fé em Deus e são membros de uma comunidade religiosa. Outros podem acreditar no plano universal e espiritual. Tudo em que os Senhores acreditam se alinha a uma fonte mais elevada de amor e reconfortante sabedoria. Os Bahá'ís acreditam que a oração é uma conversa com Deus, que qualquer um pode fazê-lo a qualquer momento, e Deus ouve. Qual o melhor momento para orar do que quando forças além do nosso controle estão tomando o mundo? A iluminação vem da oração e da meditação, que podem trazer novas soluções para nos ajudar a lidar.

  • Rotinas - As rotinas oferecem uma sensação de segurança e proteção às crianças. Organizem a programação semanal da maneira que mais beneficie sua família. Muitas das tarefas de seus filhos podem ser concluídas a qualquer hora do dia. Os pais podem ajudar a organizar uma programação que funcione melhor. Por exemplo, minha filha, vice-presidente de um banco, entrega a seus filhos, de quatro e sete anos, seu tablet com tarefas prontas quando ela precisa fazer ligações importantes.

  • Simplicidade - Simplifiquem sua vida na medida do possível e vejam novamente os momentos do cotidiano em busca de fontes de alegria e relaxamento. Reservem cinco minutos para apreciar o pôr do sol ou observar os pássaros lá fora. Ensinem a seus filhos ajudar mais nas tarefas domésticas e compartilhar responsabilidades, para que ninguém fique sobrecarregado com as tarefas. Cozinhem juntos. Riam juntos. Com o fechamento de tantos ambientes e lugares sociais que costumamos frequentar, é hora de criar momentos de união dentro de rotinas cotidianas familiares.

  • Serviço - Quando servimos aos outros, cumprimos nosso propósito mais profundo como seres humanos. "Serviço à humanidade é serviço a Deus." Abdu'l-Bahá. O 'teste' que a humanidade está passando exige que adotemos interconectividade. Quando cuidamos dos outros e servimos a eles, também somos elevados. O serviço não precisa ser equiparado a um projeto ou a fornecer coisas materiais a outras pessoas. Pequenos atos de bondade, amizade e cuidado têm impacto profundo. Pode ser um telefonema para alguém que está sozinho ou ajuda a uma pessoa idosa a comprar. Seus filhos podem ajudar a pensar quais atos de serviço eles farão toda semana!

  • Consulta e Conflitos - Os conflitos surgem entre amigos e familiares na vida cotidiana, e ainda mais sob condições de confinamento e estresse prolongados. O importante não é que surjam divergências ou sentimentos desagradáveis, mas como os resolvemos. É importante que todos os membros da família consultem aberta e honestamente e que todos busquem um consenso sobre uma resolução. Levar ressentimento ou sentimentos não resolvidos é prejudicial a qualquer momento e mais ainda com as pressões externas geradas pela situação atual. Ao resolver um conflito, é vital compartilhar o que se sente, mas não usar a consulta aberta para atacar, humilhar ou ridicularizar os outros e suas posições. Praticar a arte de cuidar de consultas é essencial para alcançar o bem-estar em nossa casa e no mundo.

  • Fé e esperança em um futuro mais brilhante! Todos os esforços que os membros de nossa comunidade estão fazendo nos conduzirão a sair desta crise. Pode levar mais tempo do que desejamos, mas nossa esperança e nossa fé nos farão emergir mais sábios, mais resilientes e prontos para oportunidades que virão. Dias mais claros nos aguardam!


We are one!


Em solidariedade e com amor,


Lisa Perskie

Diretora Executiva

Escola das Nações

72 visualizações
  • LinkedIn - White Circle
  • Facebook - White Circle
  • YouTube - White Circle
  • Instagram - White Circle
  • Twitter

Câmpus da Sede

SHIS QI 21 Área Especial Conjunto C1

Brasília, DF, Brasil | 71655-600

Telefones: +55 61 33661800

Câmpus da Educação Infantil

SMDB Conjunto 19 Chácara 02

Brasília, DF, Brasil | 71680-190

Telefones: +55 61 33662947